quinta-feira, 31 de outubro de 2013

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Quando se lembram de nós.

Never be ashamed of a scar 

Hoje cheguei ao trabalho e tinha esta imagem no meu email. 
Tudo isto pq me recuso a usar bikini :)

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Tuesday resolutions

1ª Não passar mais os dias de folga a ver filmes deprimentes do Ryan Gosling e tratar mais de mim,
2ª Passar menos tempo a arrumar a casa e mais a tratar de mim.
3ª Deixar de trocar mensagens com quem não interessa e tratar mais de mim.
4ª Deixar de andar sempre em supermercados a comprar coisas desnecessárias e tratar mais de mim.

Conclusão: Tratar mais de mim.

PS: Sim, pq não estou mais para chegar ao pé da minha mãe e ouvir perguntas tipo:
- Vais assim para o trabalho?
- Penteaste-te?

Enfim

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Palavras novas

Selfie e t-bag.

Já não posso dar o dia como perdido :)

sábado, 19 de outubro de 2013

Aceitar que já não se é uma miúda.

- É acordar de manhã, olhar para a janela e pensar que está bom tempo para secar roupa,
- É acordar de manhã e apetecer ir ao chinês comprar vasos para ir plantar salsa e coentros.
- É acordar de manhã e não ter ciumes das fotos que os outros postaram no Facebook e das suas respectivas festas,
- É acordar de manhã e ficar serena senão tiver mensagens no tlf ( por acaso até tinha algumas no what´s app)


Bom dia
 

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Banoffee

Olá meninas... desculpem a ausência mas como mudamos de instalações lá no meu escritório e a minha secretária ficou colada a outras quatro fiquei com privacidade 0.

Prometo que no fim de semana passo por cá para contar as novidades. Entretanto mostro aqui a minha latest obsession:

Esta tarte maravilhosa:

Banoffe

 
 

 

Ainda não a fiz mas certamente está na mesa de aniversário da Ema.
Pois é.... a minha franguinha está quase a fazer anos. Três :)

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Chamada à atenção

Ontem fui chamada à atenção pelo meu supervisor pois aparentemente ando com uma má postura aqui no trabalho. Sou respondona e bastante difícil de lidar.
Parece que tenho mau feitio e desde que voltei de baixa ainda estou pior.
E disse isto aos berros para toda a gente ouvir.
Não consegui evitar. Comecei a chorar! ( encolhida na minha secretária para ninguém ver)  Não esperava isto vindo de uma pessoa que eu gosto tanto.
Depois teve a decência de me chamar lá fora e dizer que apesar de eu ser uma das melhores empregadas dele, tenho muito a mania de questionar ordens e decisões dos meus superiores.
Outra coisa apontada, foi que não me dou com todos os colegas q que só falo com um grupo restrito de pessoas.
Funny! Onde esteve o interesse pela minha justificação? Em lado nenhum.... Acusações em cima de acusações sem sequer saber o que se estava a passar comigo.
Mas a vocês eu conto.
Enquanto estive internada no hospital ou mesmo em casa durante as sessões de quimio, a ânsia de voltar à minha vida normal era imensa. Levantar-me cedo, tomar banho e ir trabalhar.... um fardo para muitos, um luxo para outros.
Os meus colegas, que são cerca de 30, sempre se mantiveram em contacto e enviaram mensagens de rápidas melhoras e que estavam desejosos para me terem de volta.
E eu ansiosa por voltar.
E voltei graças a Deus....
Mas na mesma semana em que voltei foi-me dada uma grande chapada sem mão.
De acordo com uma suposta " amiga", pessoa que várias vezes me foi visitar, durante uma reunião fora do trabalho, os meus colegas foram todos da opinião de que eu não deveria voltar! Devia ter sido dirigida para outro departamento pois segundo eles, para eu voltar, tiveram que despedir outras pessoas.
Cheguei na altura a confrontar certas pessoas, mais aquelas que eu tinha em consideração! Não o negaram.
Esse dia fiz o trajecto até casa todo a chorar!
Desilusão atrás de desilusão mas pensei:
-Maria, venceste o cancro! Certamente não é uma coisa desta que te vai abalar!
A partir daí tomei outro tipo de postura no trabalho! Mantive um low profile e mudei de secretária para um sitio mais isolado até que comecei a falar mais com os meus colegas novos !
Com o tempo fizemos um grupinho novo, coisa que veio a irritar os mais antigos! E pronto, marcação cerrada.
Hás vezes questiono-me como é que as pessoas conseguem ser tão mesquinhas.
Sabem pelo que passei e mesmo assim conseguiram ser crueís. E pior ... Não sei quem é que esteve pior , se eles que falaram mal de mim, se a " suposta " amiga que me veio contar.
Como queriam que reagisse?
Com sorrisos e abraços! Lamento mas não consigo ser cínica a esse ponto.
Deixei de me dar com eles e pronto! FaceBook bloqueado, boa tarde e boa noite e acabaram-se as saídas à noite com tais pessoas.
Se a minha atitude para as pessoas mudou depois da doença??
Sim... é verdade! Estou mais revoltada. Não admito certos comportamentos nem faltas de respeito.
E se antes calava-me e não lutava pelos meus direitos, isso acabou!
Enfim.... nem tudo é mau. Quando cheguei ao trabalho hoje, tinha uma abraço do meu amigo S. à espera e um pacote dos meus chocolates favoritos na minha secretária.
Os outros como viram a merda que fizeram, estão todos comprometidos. Não quero saber!
Só queria mudar daqui.